bootstrap theme

© CBMVHA 2020

Prêmio Miguel Cione Pardi

  • HISTÓRIA

    Miguel Cione Pardi diplomou-se na Escola Nacional de Veterinária, em 1935. Com pós-graduação em Inspeção de Produtos de Origem Animal, ocupou o Cargo de Superintendente dos Industriais FrigoríficosMinas Gerais S/A entre os anos de 1956 e 1960. Foi Diretor Geral do Departamento Nacional de Produção Animal, do Ministério da Agricultura e, a partir de 1961, atuou como conselheiro do Fundo Federal Agropecuário do Ministério da Agricultura e como Coordenador Técnico do Conselho Nacional de Desenvolvimento da Pecuária.    

    Foi nomeado Professor Catedrático Interino da Faculdade de Veterinária da Universidade Federal Fluminense (UFF) e, logo depois, lecionou como Professor Titular da mesma Universidade, onde criou em 1977 o Curso de Pós-graduação, em nível de mestrado em Medicina Veterinária, com foco em Higiene Veterinária e Processamento Tecnológico de Produtos de Origem Animal. No mesmo ano, Dr. Pardi participou da Criação do Colégio Brasileiro de Médicos Veterinários Higienistas de Alimentos.  

            
  • OBRAS

    Dentre suas obras didáticas, se destacam os dois volumes do livro "Ciência, Higiene e Tecnologia da Carne", escrito em parceria com os doutores Iacir Francisco dos Santos, Elmo Rampini de Souza e Henrique Silva Pardi. Suas pesquisas na área da Ciência, Higiene e Tecnologia da Carne são consideradas de grande valor para à Medicina Veterinária, sendo usadas pela maioria dos estudantes e docentes das Faculdades de Veterinária do Brasil.

    Por isso, lembrando a trajetória e o legado do Dr. Pardi, como forma de condecorar os profissionais que prestaram relevante serviço à higiene de alimentos, a cada congresso, o Colégio Brasileiro de Médicos Veterinários Higienistas de Alimentos presta esta homenagem a um profissional de destaque na área de higiene de alimentos.

Agraciados com o Prêmio Miguel Cione Pardi

* Nosso agradecimento especial aos Drs. Carlos A. Magioli e José Cezar Panetta que, com entusiasmo e precisão, nos ajudaram a reconstruir a memória do Prêmio Miguel Cione Pardi, ora publicado.

OUTORGA DO PRÊMIO PROFESSOR MIGUEL CIONE PARDI, DE 1999 A 2019, SEGUNDO ANO DO CONGRESSO, LOCAL E AGRACIADO.
 
1999 – FOZ DO IGUAÇU, PR – GLÊNIO CAVALCANTI DE BARROS (UFRPE)
2001 – GUARAPARI, ES – JOSÉ CHRISTOVAM SANTOS
(MAPA – SP)
2003 – BELO HORIZONTE, MG – JOSÉ CEZAR PANETTA
(FMVZ – USP)
2005 – BÚZIOS, RJ – CLÁUDIO ROBERTO TAVARES DE ALMEIDA
 (OPAS – OMS – ONU)
2007 – PORTO SEGURO, BA – ELMO RAMPINI DE SOUZA
(FV – UFF)
2009 – FLORIANÓPOLIS, SC – CARLOS ALBERTO MUYLAERT LIMA DOS SANTOS
(FAO – 0NU)
2011 – SALVADOR, BA – CARLOS WILSON GOMES LOPES
(UFRRJ, Seropédica, RJ)
2013 – GRAMADO, RS – RONON RODRIGUES
(FV – UFMG)
2015 – BÚZIOS, RJ – EDUARDO BATISTA BORGES
(MAPA – RJ)
2017 – FORTALEZA, CE – ZANDER BARRETO MIRANDA
(FV – UFF, in memorian)
2019 – MACEIÓ, AL – GERMANO FRANCISCO BIONDI
(FMVZ – UNESP, Botucatu, SP)